carregando...


Taboão da Serra, 12 de Novembro de 2019

EMEB Asas Brancas é ampliada e atende mais 180 bebês

EMEB Asas BrancasampliaçãocrecheEducação, Ciência e Tecnologia

Atualizado em: 10/09/2019 16:09

Mais crianças de Taboão da Serra que estavam na fila de espera por uma vaga em creche foram beneficiadas pelas políticas de criação de vagas adotadas pela Prefeitura. Na sexta-feira, 6 de setembro, o a Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia entregou uma nova ala dentro da Escola Municipal de Educação Básica (EMEB) Asas Brancas. A escola já atendia 450 crianças de 3 a 5 anos e agora ganhou 180 novos alunos de 4 meses a 2 anos, totalizando 630 crianças.


Para atender a meninada, a EMEB Asas Brancas conta com 83 funcionários, dos quais 50 foram recém-contratados através de concurso público. A nova ala, que antes fazia parte do antigo Instituto Asas Brancas, foi reformada pela Secretaria de Manutenção com recursos próprios. No local foram adaptadas e construídas oito salas de aula, sendo duas para turmas de Berçário I e seis para Berçário II, cozinha, refeitório, sala de estimulação e banheiros. 


O secretário de Educação Prof. João Medeiros destacou as vantagens e estratégias utilizadas na Educação Infantil de Taboão da Serra para o desenvolvimento na Primeira Infância. “Cada turma conta com uma professora PDI, formada em Pedagogia, e mais funcionários como auxiliares de classe e estagiários que ajudam no cuidado e trabalho em sala de aula”, disse. “Na nossa rede as crianças da Educação Infantil, inclusive os bebês, contam com professor de Arte e de Educação Física, onde aprendem a andar, a correr, pular e se expressar. Nem nas escolas mais caras de São Paulo, que é a capital mais rica da América Latina, tem aula de Educação Física para bebê. Esta é a nossa cidade, é a qualidade da educação de Taboão da Serra", declarou.

 

Com ampliação, EMEB Asas Brancas ganhou oito novas salas para turmas de Berçário I e II.


Após a cerimônia de inauguração, pais e familiares puderam conhecer as instalações da escola, bem como conversar com os professores e demais profissionais que cuidarão dos seus filhos. Uma delas foi Laís Pingtson, mãe de Lucas de 1 ano e meio. A acompanhada da própria mãe, Rosa Pingtson, as moradoras do Jardim Monte Alegre afirmaram quais as expectativas com relação à entrada na criança na escola. “Espero que aprenda tudo, se comporte e que não chore’, disse Laís. “Espero que ele se desenvolva e que aprenda a ser sociável. Escolinha é para isto, é para aprender a conviver com outras crianças da mesma idade”, completou a avó Rosa.
 

Veja mais fotos: