carregando...


Taboão da Serra, 09 de Dezembro de 2018 - 17° C

“Graffiti Contra Enchente” uniu cidadania e arte de rua

Grafitti contra enxenteSilvio SampaioSecretarias

Atualizado em: 30/11/2018 17:11

Com o intuito de revitalizar uma área do bairro vitima de enchentes, unindo cidadania e arte de rua, o artista Gamão Souza Dias, com o apoio da Secretaria de Cultura e Turismo, realizou nos dias 23, 24 e 25 de novembro o “Graffiti Contra Enchente”. A ação ocorreu na Rua Anunciata Bugelli Marques, no bairro Silvio Sampaio.


O evento contou com a participação de cerca de 240 grafiteiros de várias partes do Brasil e de países vizinhos como Chile, Argentina, Colômbia e Venezuela. O objetivo desta ação é produzir um trabalho conceitual, chamar a atenção para as enchentes que dificulta a vida de moradores e não é tratada da forma que deveria pelo poder público.


Segundo o secretário de Cultura e Turismo, Wanderley Bressan, o evento une cidadania e arte de rua, através do graffiti para revitalizar o bairro. “Obrigado prefeito, Fernando Fernandes por nos possibilitar promover ações de cultura que dão vozes para todas as tribos taboanenses”, disse.


 

Ação trouxe vida e mais cor aos muros do Jardim Silvio Sampaio.


Durante o evento aconteceu shows do Rap Game, Substância 4, Negredo, Roots Habitat, Gaspar, Vaibe, Samba do Raxa, Tati Botelho, Cocão Avoz, Gamboot Dance Brasil, Sampa Masters, Oz Guaranis, Face Original e + Atração Surpresa. A ação também teve exposições de Low Bikes.


O “Graffiti Contra Enchente” é um projeto pioneiro nesse sentido, há muito tempo os integrantes fazem esse trabalho (independente) de revitalizar áreas, conscientizar os moradores da importância de cuidar do bairro e cobrar das autoridades mais comprometimento em relação aos casos de enchentes – que fazem muitas pessoas perderem bens adquiridos com muita luta: móveis, carros e utensílios domésticos.


 

Arte de rua, grafitti e show marcaram ação em Taboão da Serra.


A ação tem como missão chamar a atenção do estado e dos próprios moradores para um tema essencial que interfere diretamente no cotidiano de pessoas que vivem na região, além de reforçar também a proposta do graffiti que utiliza a arte urbana como instrumento e ferramenta de reflexão, manifesto e comunicação, um aprendizado lúdico exposto nos muros.

 

Veja mais fotos da ação acessando Henrique Madeira Photo (Crédito: Henrique Madeira)

Crédito Home: Henrique Madeira Photo