carregando...


Taboão da Serra, 15 de Janeiro de 2021

Japa Léguas conquista medalha de ouro no Circuito Loterias Caixa de Atletismo

APTAtletismoJapa Léguasjogos paralímpicosEsportes e Lazer

Atualizado em: 16/08/2019 12:08

O atleta taboanense Luís Tetsuo Yamauti, apelidado de Japa Léguas, da Associação Paradesportiva para Todos (APT)/Grandha,  que tem o apoio da Secretária de Esportes e Lazer de Taboão da Serra, conquistou uma medalha de ouro nos 100 metros, na segunda etapa nacional do Circuito Loterias Caixa de atletismo, realizado no Centro Paralímpico, em São Paulo, entre os dias 9 e 11 de agosto.


O secretário de Esportes, Fábio Fernandes, parabenizou Japa Léguas e os demais atletas da APT pelo desempenho na competição. “Taboão da Serra se alegra com mais esta conquista do Japa Léguas e da APT. Nossos atletas paralímpicos estão deixando suas marcas na história do esporte e isto nos traz muito orgulho. Parabéns a todos”, declarou.


A competição é mais uma chance para os atletas registrarem marcas que garantem classificação aos Jogos Parapan-Americanos de Lima de 2019 e serve de preparação para os Jogos Paralímpicos de Tóquio 2020. O circuito conta com quatro fases regionais, duas nacionais em cada esporte, além de um Campeonato Brasileiro individual de cada.


A terceira etapa nacional do Circuito Loterias Caixa receberá a denominação de Campeonato Brasileiro, e está programado para ocorrer entre os dias 27 a 29 de setembro, no Centro Paralímpico, em São Paulo, e reunirá os melhores do ano. O Mundial da modalidade encerrará o calendário do atletismo em 2019, de 7 a 15 de novembro, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. 

 

Japa Léguas (APT/Grandha) foi destaque na modalidade Petra (Race Running) 100 metros.


A PETRA ou RACE RUNNING como é conhecida também, é uma modalidade paralímpica de atletismo criada na Dinamarca em 1989, e chegou ao Brasil 2009. O atleta utiliza uma bicicleta (de três rodas), um guidão para direcionar o suporte para o tronco, um banco para o assento, faixas, mas não tem pedal anexado.


A modalidade é indicada para pessoas com paralisia cerebral, distrofia muscular, doença de Parkinson e outras deficiências que afetam a mobilidade e equilíbrio. A PETRA é dividida em três categorias: RR1, RR2 e RR3. A comissão técnica da Associação Paradesportiva Para Todos (APT) foi composta pelos treinadores Mateus Silva e Fabio Rodrigues. 


O Circuito
O Circuito Brasil Loterias Caixa é organizado pelo Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e patrocinado pelas Loterias Caixa. Este é o mais importante evento paralímpico nacional de atletismo, halterofilismo e natação. Composto por quatro fases regionais e duas nacionais, tem como objetivo desenvolver as práticas desportivas em todos os municípios e estados brasileiros, além de melhorar o nível técnico das modalidades e dar oportunidade para atletas de elite e novos valores do esporte paralímpico do país. Em 2019, as disputas das fases nacionais serão separadas por uma modalidade em cada fim de semana, haverá ainda um Campeonato Brasileiro de cada esporte.