carregando...


Taboão da Serra, 15 de Agosto de 2018 - 12° C

Taboanense conquista medalha de bronze nos Jogos Paralímpicos Universitários

atletajogos paralímpicos universitáriosAPTEsportes e Lazer

Atualizado em: 30/05/2018 16:05

O atleta taboanense Lucas de Carvalho, da Associação Paradesportiva para Todos (APT) que tem o apoio da Prefeitura de Taboão da Serra, por meio da Secretaria de Esportes representando a faculdade Anhanguera foi terceiro colocado no bocha adaptada classe BC4 nos Jogos Paralimpicos Universitários, realizado no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo, nos dias 10 e 11 de maio.


O evento teve participação de atletas universitários de sete modalidades: atletismo, natação, bocha, judô, parabadminton, tênis de mesa e tênis em cadeira de rodas. Ao todo, 252 competidores de 196 instituições de ensino de todo o país estão confirmados na competição.


O número mostra um crescimento em relação ao ano passado. Em 2017, 192 alunos-atletas estiveram nas dependências do CT Paralímpico para a disputa da competição. A edição de estreia do evento, em dezembro de 2016, contou com cerca de 150 inscritos.
Uma mudança em relação ao evento do ano passado refere-se ao número de modalidades nas quais os alunos podem se inscrever. Em 2017, havia a possibilidade de participar de mais de uma modalidade. Neste ano, contudo, o participante poderá inscrever-se em apenas um esporte.


A competição será organizada pelo Comitê Paralímpico Brasileiro, em parceria com a Confederação Brasileira do Desporto Universitário (CBDU) e o Ministério do Esporte, com apoio do Governo do Estado de São Paulo e do Conselho Federal de Educação Física (CONFEF).


APT
A Associação Paradesportiva para Todos (APT) é conhecida por disputar a Bocha adaptada que é uma modalidade paralímpica, que possui quatro categorias, que recebem os nomes de BC1, BC2, BC3 e BC4. Na classe BC3, o atleta conta com o auxilio da caleira que ajuda o competidor através de um dispositivo para movimentar a bola. Este ano, a equipe taboanense disputará competições de natação e petra, para atletas com paralisia cerebral.