carregando...


Taboão da Serra, 01 de Outubro de 2022

Taboão da Serra entra na Fase Emergencial na segunda-feira, 15/03

Fase EmergencialPlano São PauloCombate à COVIDcovid-19Administração

Atualizado em: 12/03/2021 22:03

Medida válida por 15 dias é necessária para conter avanço da COVID-19. Toque de Recolher é mantido das 20h às 5h


A Prefeitura de Taboão da Serra aderiu às recomendações do Governo do Estado de São Paulo e publicou nesta sexta-feira, 12/03, o Decreto Municipal 34/2021, que ingressa o município da Fase Emergencial do Plano São Paulo. A medida entre em vigor na segunda-feira, 15/03, e tem como objetivo frear a taxa de contaminação do novo coronavírus na cidade.

O Comitê de Enfrentamento à COVID-19 decidiu ampliar as restrições em Taboão da Serra para preservar a vida dos moradores. “O Brasil está passando por um período difícil da pandemia. O vírus ficou mais forte e está mais letal. Precisamos aderir às medidas de distanciamento social e seguir as recomendações para controlar o avanço da COVID-19 e garantir que vidas sejam salvas”, afirmou o secretário de Saúde, José Alberto Tarifa.

Seguindo o Decreto do Plano São Paulo e o Decreto Municipal, foi determinada a suspensão das atividades presenciais na Prefeitura de Taboão da Serra. Durante a Fase Emergencial, os servidores trabalharão de forma remota, exceto os funcionários dos serviços essenciais.

O Governo do Estado de São Paulo anunciou ainda em 11/03 que o Toque de Recolher, em que é restringida a circulação de pessoas, permanece das 20h às 5h e determinou a proibição do uso de parques, praias e qualquer ação que gere aglomerações. O Governo Estadual também recomendou o uso de máscaras em todos os ambientes, sejam eles internos ou externos. 


FASE EMERGENCIAL

  • ESCRITÓRIOS EM GERAL E ATIVIDADES ADMINISTRATIVAS – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).
  • COMÉRCIO DE MATERIAL DE CONSTRUÇÃO – Proibido o funcionamento e atendimento presencial, mas ficam liberados os serviços de retirada por clientes com veículo (drive-thru) e entrega na casa do comprador (delivery).
  • ESTABELECIMENTOS COMERCIAIS (COMÉRCIO EM GERAL) – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local.
  • REPARTIÇÕES DE ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).
  • RESTAURANTES, BARES E PADARIAS – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local. Mercearias e padarias podem funcionar seguindo as regras de supermercados, com proibição de consumo no local.
  • TRANSPORTE COLETIVO – Recomendação de escalonamento de horário para os trabalhadores da indústria, serviços e comércio. Os horários de entrada indicados são das 5h às 7h para profissionais da indústria, 7h às 9h para os de serviços e 9h às 11h para os do comércio.
  • EDUCAÇÃO ESTADUAL, MUNICIPAL E PRIVADA – Suspensas as aulas presenciais nas escolas municipais, estaduais e privadas, em todos os níveis de ensino. (Decreto Municipal 35/2021).
  • COMÉRCIO DE PRODUTOS ELETRÔNICOS – Somente entrega (delivery) e retirada de automóvel (drive-thru), com proibição de retirada de produtos no local.
  • SERVIÇOS DE TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO – Obrigatoriedade de teletrabalho (home office).
  • SUPERMERCADOS – Recomendação de escalonamento de horário para os funcionários utilizarem o transporte público para irem ao trabalho (9h às 11h).
  • HOTELARIA – Proibição de funcionamento de restaurantes, bares e áreas comuns dos hotéis. Alimentação permitida somente nos quartos.
  • ESPORTES – Atividades coletivas profissionais e amadoras suspensas.
  • TELECOMUNICAÇÕES – Teletrabalho (home office) obrigatório para funcionários de empresas de telecomunicação.
  • ATIVIDADES RELIGIOSAS – Proibição de realização de atividades coletivas como missas e cultos, mas permissão para que templos, igrejas e espaços religiosos fiquem abertos para manifestações individuais de fé.