carregando...


Taboão da Serra, 29 de Novembro de 2021

SER estrutura projeto de Terapia Assistida por Animais

Saúde

Atualizado em: 23/11/2021 08:11

Novo projeto piloto do Serviço de Especializado em Reabilitação (SER) usa animais como meio de tratamento para crianças com dificuldades motoras

 

 

A Terapia Assistida por Animais (TAA) é um novo projeto piloto do SER (Serviço Especializado em Reabilitação) da Prefeitura de Taboão da Serra. O projeto está em fase de estruturação e planejamento das melhores estratégias para ajudar as crianças em acompanhamento no tratamento de dificuldades motoras.

 

O objetivo da TAA é utilizar cães para o tratamento de crianças com dificuldades motoras desenvolvendo o bem-estar físico, emocional e cognitivo. A terapia parte do princípio de que o amor e a amizade entre os seres humanos desenvolvem inúmeros benefícios.

 

A 1ª sessão já aconteceu e teve a presença de dois cachorros, um de porte grande e outro de porte pequeno. Participaram seis crianças, com seus acompanhantes que ficaram surpresas e felizes em ter novidades na sessão.

 

Tatiana Abreu, diretora do SER, comentou como foi a apresentação do projeto aos pequenos e às famílias. “A 1ª sessão foi muito legal, as crianças ficaram muito felizes. Temos o caso de uma criança, que têm os movimentos bem limitados, não abre a mãozinha, mas quando viu os cães, ficou feliz e empolgado, tentava abrir a mão para passar nos animais. Foi uma reação surpreendente, são coisas que a gente não espera que terá tanta melhora em um único contato, isso gera muitos resultados positivos para todos os pacientes. Este tipo de terapia é usado no mundo inteiro”.

Projeto Terapia Assistida por Animais no SER está em fase de estruturação com o objetivo de auxiliar cães no tratamento de crianças com dificuldades motoras

 

O projeto piloto está em estruturação, estão avaliando meios para o melhor desenvolvimento dos pacientes, será definido a separação de grupo de crianças com as mesmas características para otimização da sessão.

 

De acordo com a diretora, a presença dos cães é realizada por meio de uma parceria com uma organização sem fins lucrativos. Os animais são adestrados e sempre estão acompanhados por tutores. Durante a sessão, os fisioterapeutas direcionam o que buscam ganhar de evolução para o paciente e juntos decidem a atuação dos animais.